segunda-feira, 4 de fevereiro de 2008

Piraquara: Cidade dos mananciais

Quem viaja entre Curitiba e Piraquara, será recebido por uma placa de trânsito às margens da "Rodovia do Encanamento" ou "Rodovia João Leopoldo Jacomel", que avisa: "Início da Área de Mananciais". Levantamento da Prefeitura de Piraquara juno com órgãos estaduais revela que existe dentro dos limites do município mais de 1.300 nascentes. A maioria pequeníssimas nascentes que irão todas, mais cedo ou mais tarde, chegar às Cataratas do Iguaçu. A maioria das nascentes, não chegarão às Cataratas diretamente. A grande maioria após desembocarem em cursos ligeiramente maiores cairão em pequenos rios que logo serão capturados pelas barragens de Iraí e Piraquara I - e logo mais pela Piraquara II.

Quem está na Rodovia do Encanamento - nome muito apropriado, na altura da BR Colway / Cidade Mirim, e olha na direção de Curitiba, verá a capital do Paraná lá embaixo. Curitiba com seu planalto é o destio natural das águas que vem da Serra e região. É também o destino artificial dessas águas. Curitiba tem 1,6 milhão de habitantes que necessitam de água para tomar banho, beber, lavar carros, dar descargas em banheiros, produzir coisas para gerar renda, batizar fiéis e lavar pecados. À Curitiba se juntam mais 1 milhão de habitantes da Região Metropolitana. Assim quase 3 milhões de pessoas necessitam de água que vem das pequenas nascentes e pequenos rios. Piraquara é responsável por 50% da água que Curitiba e Região Metropolitana consome.

Nenhum comentário: