sexta-feira, 21 de março de 2008

O turismo está matando o rio Carimã?




As duas fotos nesta postagem mostram o rio Carimâ, pequeno rio que nasce e morre em Foz do Iguaçu - quer dizer nasce em Foz do Iguaçu e desemboca no rio Iguaçu na mesma cidade. O rio Carimã é um rio que vem sofrendo há muito tempo. Primeiro estão os problemas típicos de pequenos rios e cursos d'água que atravessam áreas rurais de qualquer lugar deste país. Basicamente cada propriedade mexe no rio para fazer um açude, para captar água e para matar a sede do gado. Mesmo assim o rio Carimã chegou ao século 21 apresentando um cenário simples mas bonito como o que aparece na foto tirada sob as árvores. Apesar de fotogênico, a água não é mais clara e transparente como são as águas dos pequenos rios aqui na região da "Terra das Muitas Águas" ou "Terra das Cataratas".

Lamentavelmente, quem está poluindo o rio Carimã é um hotel resort termal cinco estrelas localizado aqui na cidade. Uma das fotos mostra o momento exato onde um tubo sai da propriedade do hotel-resort e aplica uma dose letal de poluente no Carimã - que não deixa de ser uma pequena veia do Planeta. Como poluente? O que um hotel pode fazer para poluir? Não tenho a resposta. Só digo que a aparência do líquido é tristemente horrível. É um líquido grosso, um caldo fedido. Sem dúvida eu não me animo a beber aquele líquido. Os moradores do Loteamento Dona Amanda disseram a este "blogueiro" que o IAP, Secretaria de Meio Ambiente da Cidade de Foz do Iguaçu e outros órgãos já estiveram no local para averiguar as denúuncias mas não conseguiram definir a origem do líquido. A foto foi tirada na Sexta-feira Santa de 2008, quando eu estava na companhia de vários moradores do loteamento.

A mata ciliar do rio nesta micro área pode ser chamada de intocada. Eu adoraria ter um terreno aqui para estar próximo do verde. mas verde fedido não é idéia de vida feliz, para mim. Que pena! Caso, as autoriades queiram uma cópia da foto ou dicas de como chegar ao local, podem copiar a foto e usa-la ou podem entrar entrar em contato. Quem disse que turismo não mata a natureza? Como as coisas estão cada turista que se hospeda no hotel em questão está ajudando a matar o rio Carimã.

Um comentário:

flavia disse...

Parabéns por suas iniciativas...